sábado, 8 de dezembro de 2012

O Meteorito de Bendegó

A Drº. Maria Elizabeth Zucolloto foi uma das palestrantes do XXXV EREA, que terminou ontem aqui em Alagoas.

Todos que participaram do evento, receberam, das mãos da Drª. Zucolloto, uma estrelinha de resina contendo em seu interior pequenos fragmentos de meteoritos. Minha estrelinha foi do meteorito de Bendegó.

O Meteorito de Bendegó - Bahia, foi descoberto pelo menino Domingos da Motta Botelho, em 1784. Tentaram transportá-lo para a capital Salvador, numa carreta puxada por 12 juntas de bois, mas a carreta correu desenfreadamente atropelando os bois, indo parar dentro do riacho de Bendegó.
Foi visitado por visitantes ilustres como Spix e Martius, mas ali permaneceu por mais de cem anos, até que o imperador D. Pedro II tomasse conhecimento de sua existência e providenciasse seu transporte para o Museu Nacional do Rio de Janeiro em 1888.
Classificação: metálico, Octaedrito Grosseiro, Og, grupo IC.
Composição: 6,39% Ni, 0,47%Co, 0,22%P, 54ppmGa, 234ppmGe, 0,2ppmIr. Resto ferro.

Estas informações vieram juntos com a minha estrelinha. Procurando mais informações sobre o Meteorito de Bendegó, encontrei o vídeo da CHC na TV, onde a Drª. Zucolloto fala sobre o metorito de Bendegó.

Maiores informações no site
www.meteoritos.com.br

Então, posso dizer que tenho uma partícula mineral do espaço emblocada em minha estrela.

2 comentários:

  1. Olá! Eu ganhei um fragmento do meu falecido Sogro que era Almirante , e este me disse que era do Bendengó, que eele ganhara quando ajudou a transportar.
    Gostaria de saber onde posso fazer uma análise para comprovar a autenticidade desse fragmento.
    Obrigado
    L.Bandeira

    ResponderExcluir
  2. Oi L. Bandeira, acredito que seja no Museu Nacional – Quinta da Boa Vista - Rio de Janeiro - RJ, com a Drª. Maria Elizabeth Zucolloto.

    ResponderExcluir